Anuário Cla Magazine – Cuidar

Danielle Ramalho – Enfermeira Obstétrica

Danielle Ramalho é a enfermeira obstétrica que inicia e acompanha o pré-natal de cerca de 385 gestantes por ano, na Casa da Mãe Curitibana. A unidade de saúde é considerada referência de atendimento na capital paranaense porque além de um protocolo multidisciplinar
Gestante atendida por Danielle Ramalho

Danielle Ramalho é a enfermeira obstétrica que inicia e acompanha o pré-natal de cerca de 385 gestantes por ano, na Casa da Mãe Curitibana. A unidade de saúde é considerada referência de atendimento na capital paranaense porque além de um protocolo multidisciplinar, conta com a dedicação de profissionais como ela, comprometidos em cuidar de todos indiscriminadamente. “Matenho o estudo do inglês para conseguir atender pacientes estrangeiras que buscam na unidade. Elas vem principalmente do Oriente Médio, o que torna este esforço primordial, para estabelecer a comunicação”, explica Ramalho, se referindo aos fluxos migratórios recentes em Curitiba.
Na rotina de trabalho que mobiliza a primeira homenageada pelo Anunário 2023 da Cla Magazine há desafios humanitários, como o de prover condições mínimas para garantir a integridade de bebê e gestante, mesmo nas situações mais adversas. “Nosso público é bastante diverso e inclui desde pessoas de 13 a 45 anos, que nos procuram por conta da boa fama do serviço até pessoas que nem casa tem para morar. Entre pessoas em situação de rua há muitos dramas sociais, mas um deles nos mobilizou de forma diferente. Porque a gestante tinha outros filhos, já havia sofrido alguns abortos e tinha uma condição geral de saúde bastante delicada”, comenta Ramalho, sobre o caso que terminou com a instalação da gestante em hotel, graças à articulação com a Prefeitura de Curitiba.
“O tratar é um compromisso do médico. A enfermagem é diferente por ser a arte de cuidar, de uma forma abrangente e em todos os aspectos, o físico, o psicológico e o emocional. Não vejo a paciente somente como uma barriga, ela é um ser com outro ser dentro dela. E ambos devem ser cuidados e respeitados da melhor forma que pudermos”, contextualiza.


Para cuidar Ramalho também dá um jeito de criar kits de enxoval materno infantil para gestantes sem condições financeiras de providenciar um. Recorrer a todos para este fim é um hábito cansativo, mas nobre e bem sucedido incorporado à rotina de trabalho dela. “Graças a Deus, desde que comecei a fazer isto sempre consegui atender todas as pessoas a que me precisam de itens inacessíveis para elas”, comemora.
Quem pensa que isso é tudo, se engana. Além de todo o de volume de pré-natal, há também o atendimento de puérperas, a consultoria em aleitamento materno e o trabalho demandado pela prevenção de câncer de colo de útero, rotinas e campanhas que complementam a saúde da mulher em diversas etapas da vida e também contam como trabalho e engajamento de Ramalho. Para dar conta desta missão, manter a saúde o bem-estar ela faz corridas diárias em Curitiba. “Mesmo depois de ter vivido em São Paulo por 12 anos Curitiba nunca deixou de seu o meu lugar no mundo”, revela.

“Todas as pessoas, marcas, empresas e instituições publicadas através do anuário Cla Magazine 2023 foram escolhidas por serem destaques em suas respectivas atividades e nada pagaram para veiculação deste texto jornalístico”

Deixe um comentário