Vai uma café da ” Fazenda santo Antônio”?

A fazenda leva uma ” assinatura alemã ” desde 1951 e é administrada atualmente pela segunda e terceira geração, tradição que se mistura a tecnologia e preocupação com a sustentabilidade e preservação do meio ambiente.

A coluna “Cardápio CLA Magazine” dessa semana está mais do que especial. Recebemos aqui cafés da Fazenda Santo Antônio, que fica localizada na região de café conhecida como MOGIANA, em Igaraí no Município de Mococa.

A fazenda leva uma " assinatura alemã " desde 1951 e é administrada atualmente pela segunda e terceira geração, tradição que se mistura a tecnologia e preocupação com a sustentabilidade e preservação do meio ambiente.

Eu já conheci muitos lugares do Brasil e com eles a gastronomia local, e é claro cafés por esse Brasil afora, e o café “Fazenda Santo Antônio” tem a cara do Brasil, sabor de aconchego e uma qualidade que é inegavel no seu sabor!

Jaqueline Guerra

A fazenda leva uma ” assinatura alemã “ desde 1951 e é administrada atualmente pela segunda e terceira geração, tradição que se mistura a tecnologia e preocupação com a sustentabilidade e preservação do meio ambiente.

Nesse sentido a fazenda possui as certificações C.A.F.E Practice e 4C. Esforços para melhorar a vida das pessoas em todo o setor cafeeiro. Operando dentro das três dimensões da sustentabilidade, trabalhando em conjunto para melhorar as condições econômicas, sociais e ambientais por meio de práticas mais sustentáveis ​​e transparentes.

A Fazenda produz cafés da espécie Arábica das variedades: Catuí Vermelho, Catuí Amarelo, Icatu Amarelo, Obatã e recentemente iniciou o plantio da variedade Arara.

Com a torra dos cafés de forma artesanal no perfil ” torra média” que realça de forma cuidadosa as notas sensoriais, doçura e acidez dos grãos; Só comprova o comprometimento com a qualidade dos cafés Fazenda Santo Antônio, que além de carregar por gerações amantes do bom café que não dispensam um café da Fazenda Santo Antônio, também atende ao criterioso paladar da Specialty Coffee Association.

A fazenda leva uma " assinatura alemã " desde 1951 e é administrada atualmente pela segunda e terceira geração, tradição que se mistura a tecnologia e preocupação com a sustentabilidade e preservação do meio ambiente.

Eu tive uma experiência muito sensorial com o aroma e posteriormente com o sabor da variedade Catuaí, me trouxe muito a lembrança do interior, o aroma de infância em Morretes, sabor de união, cheirinho de casa de vó!

Cla Ribeiro

Confira abaixo como saber mais sobre e comprar seu café ” Fazenda santo Antônio ” !

http://cafefazendasantoantonio.com/pt/

Deixe um comentário